surfreporter

publicar Cadastre-se na rede social do surfe

Fabricio Fernandes

postagens sobre

Invista nas fotos de Surf

14/10/2016 14:33

Conheci Marcelo Fellipeli em um grupo de fotógrafos do Rio de Janeiro, onde escrevi um anuncio procurando profissionais que quisessem desenvolver uma parceria de divulgação mútua.

Marcamos uma conversa há mais ou menos um ano atrás e começamos a desenvolver um trabalho juntos onde ele tiraria fotos minhas e eu escreveria as matérias.

Marcelo é o tipo de pessoa que gosta de desafios e aprender coisas novas, violão, fotografia e TI, sua profissão que traz o sustento, são alguns para ser citados.

Na fotografia desenvolve trabalhos fantásticos com modelos feminino, casamentos, eventos e principalmente new borns!

Nos esportes já vinha se aventurando em corridas, trilhas e ciclismo, dentre outros.

Mas no Surf, a dinâmica é completamente diferente.

A fotografia de Surf é uma arte complexa, não depende apenas do atleta, equipamento e seu desempenho, mas também de aspectos como condições do tempo, luz e chuva, como nos outros esportes. E de particularidades únicas. Nada podemos fazer se não existirem as ondas!

Dependemos de uma combinação de fatores como vento ideal, fundo, movimento de placas tectônicas que geram as ondulações, que também tem que estar na direção certa.

Fora isso o fotografo e o Surfista tem que desenvolver uma sintonia para que aquele momento infinitesimal se torne o click perfeito!

Se o surfista é um profissional, a porcentagem de possibilidade de uma sessão de fotos ser um sucesso é bem grande. Mas para nós mortais, que só surfamos nos fins de semana e não fomos agraciados com super talentos, a coisa não é tão simples.

Na época que começamos a conversar, o conhecimento de Marcelo sobre Surf era muito pouco, mas determinado como ele é, encarou como um novo desafio e com seu caderninho anotou cada palavra que eu falava para aprender tudo que podia. Além de pesquisar os portfólios de fotógrafos renomados do esporte. Procurando entender de lentes, câmeras, filtros e captação dos momentos específicos da modalidade.

Marcamos diversas sessões entre a Reserva e a Macumba.  Ondas diferentes, em diversas condições diferentes e a cada sessão conversávamos alinhando um pouco mais o que poderia ser melhorado.

Para facilitar os clicks, sempre que entro no mar,  uso roupas coloridas para me destacar na multidão, além da prancha azul com o fogo na borda, inspirado em Pottz e Dadá.

Já conseguimos muitas imagens de momentos fantásticos. Só fico imaginando o que poderia ser feito se tivéssemos tempo na semana ou se embarcássemos em uma trip com ondas perfeitas...

Obrigado Marcelo pela paciência de horas sob o Sol, em tantos dias que pra mim eram frustrantes por as ondas estarem pequenas, mexidas, fechando, onde demorava absurdamente para pegar uma, mas que você via nisso oportunidade de se aprimorar.

Por sua determinação, meus momentos no mar, a manobra, o drop perfeito se tornaram eternos. E além de fotos, ganhei um grande amigo!  

compartilhar

1042
0