surfreporter

publicar Cadastre-se na rede social do surfe

Fabricio Fernandes

postagens sobre

Hereda´s Point Break

07/01/2017 16:25

Um grande erro que incorre com a maioria dos surfistas é que simplesmente pegam a prancha e vão surfar!

Mas esse não é o objetivo? Perguntaria qualquer um...

E se você perder a prancha em um mar grande com corrente, por onde sai?

Se o Pico for como Pipe, cheio de cavernas onde você pode ficar preso?

Por que no Pico ao lado quebram altas e no lugar que você está não?

O que faz a diferença no fundo para quebrar uma onda perfeita?

Pensando nas respostas dessas perguntas, muitas vezes saio para nadar ou mergulhar, quando não tem onda, para entender o oceano e suas correntes.

E hoje foi um desses dias. Lógico, seguindo a regra número um do mergulho que diz para nunca mergulhar sozinho, contactei um dos meus grandes amigos, Ângelo Hereda, que tem um vasto currículo quando se fala de oceano. Surfista profissional e professor de Surf que já fez diversos cursos de apnéia.

Parceiro ideal para a empreitada.

Ângelo também tem um Hostel na Macumba que hospeda toda a galera do Surf, onde tem aluguel de pranchas e venda de acessórios. Por tanto, se tem alguém que entende de mar é ele.

Fomos mergulhar num dos melhores picos do Rio, o Hereda's point, nome dado em homenagem a ele por ser em frente ao Hostel, onde quebra uma onda power, cavada e extensa para os dois lados. Mas não é uma onda para iniciante, se der mole vai na pedra!

E foi exatamente nessa pedra que mergulhamos.

Pudemos analisar as correntes, o fundo, os corais e um perfeito ecossistema com muitos peixes e algas.

Pudemos ver uma caverna bem grande com uma fenda, onde entrei, que pode representar perigo para quem cair ali sem conhecimento de mar e preparo físico, pois a corrente suga para dentro dela.

Depois do incrível mergulho, a lição que fica é que o oceano é mágico, uma experiência fantástica sempre, mas que devemos conhecer e acima de tudo respeitar!

compartilhar

713
0